BOAS FESTAS, MARUJOS E VISITANTES DO TELA DE CINEMA

Muitos não sabem, mas a imagem mais conhecida do Papai Noel no ocidente é uma criação para uma peça publicitária encomendada pela empresa Coca-Cola.  A The Coca-Cola Company iniciou sua publicidade de Natal na década de 1920 com anúncios em revistas como “The Saturday Evening Post”, “Ladies Home Journal”, “National Geographic”, “The New Yorker” e outras, nos quais mostrava um Papai Noel de olhar austero, no estilo de Thomas Nast.

Em 1931, a empresa começou a introduzir anúncios da Coca-Cola em revistas mais populares. Archie Lee, executivo da agência de publicidade D’Arcy, queria uma campanha que mostrasse um Papai Noel saudável, que fosse ao mesmo tempo realista e simbólico. O ilustrador Haddon Sundblom foi encarregado de desenvolver imagens publicitárias que mostrassem o próprio Noel, e não um homem fantasiado. Para obter inspiração, Sundblom recorreu ao poema de Clement Clark Moore, de 1822 “A visit from St. Nicholas” (“Antes da véspera de Natal”), que evoca a imagem de um Papai Noel caloroso, amigável, gorducho e humano. Mesmo que digam que Papai Noel vista um casaco vermelho por conta da cor da Coca-Cola, ele já era representado vestido de vermelho antes de Sundblom tê-lo pintado.

Entre 1931 a 1964, a publicidade da Coca-Cola mostrava o Papai Noel entregando brinquedos (e brincando com eles!), parando para ler uma carta e desfrutar uma Coca-Cola, visitando as crianças que ficavam acordadas para esperá-lo e atacando as geladeiras de muitas casas. As pinturas a óleo originais de Sundblom foram adaptadas para a publicidade da Coca-Cola em revistas e displays de lojas, outdoors, cartazes, calendários e bonecos de pelúcia. Muitos desses itens são colecionáveis atualmente.

Abaixo, a primeira imagem do Papai Noel criada para a Coca-Cola em 1931.

Desde esta época a empresa tem investido pesadamente em propagandas natalinas, ocupando também espaço em novas mídias conforme elas iam surgindo. Todos nós nos lembramos de uma ou outra propaganda natalina da Coca-Cola na TV que marcaram época.

Porém, em 2006, um fato curioso ocorreu. A Coca-Cola iniciou naquele primeiro semestre uma campanha publicitária de grande orçamento que envolveria três vídeos comerciais exibidos ao longo do ano, culminando no vídeo de Natal, sendo que o primeiro e o segundo vídeos teriam como temas as virtudes mais desejáveis do ser humano, ligando os três vídeos.

O primeiro vídeo, intitulado “What Goes Around Comes Around” (algo como, “O que vai, volta”, em tradução livre) centra na generosidade das pessoas e na ideia de que ações abnegadas geram correntes de altruísmo que, direta ou indiretamente, acabam beneficiando a própria pessoa que iniciou o processo com o primeiro ato generoso. No roteiro de 100 segundos (1min. e 40 seg.), uma jovem fica consternada quando perde seu pássaro de estimação. Apesar de sua preocupação, ela oferece sua Coca-Cola aleatoriamente a um estranho que tem sede. Esse ato de bondade é então transferido para outra pessoa e, por sua vez, para outra pessoa novamente. Isso continua até que o círculo completo volte para a menina, que é recompensada com o retorno de seu pássaro, indiretamente provocado pela última pessoa beneficiada no círculo. É o conceito de que “gentileza gera gentileza” e que fazer o bem ao próximo beneficia toda a comunidade, incluindo à si mesmo.

Este primeiro filme foi encomendado para a agência publicitária londrina “Mother”, que contratou a diretora e artista plástica japonesa Nagi Noda para dar vida ao projeto. A diretora fez um belíssimo trabalho utilizando uma impressionante técnica de multiplicação de personagens, vista pela primeira vez no clipe “Sentimental Journey” da cantora japonesa Yuki, também dirigido por Nagi meses antes. Sem utilizar um único efeito especial ou de computação gráfica, o vídeo prende a atenção do início ao fim, pela beleza, mensagem, técnica e à riqueza de detalhes (notem as imagens da TV atrás da garota). Foi um dos últimos trabalhos da diretora. Nagi Noda morreu em 7 de setembro de 2008, aos 34 anos, após complicações cirúrgicas devido a ferimentos sofridos em um acidente de carro no ano anterior. Já para a música, o contratado foi Jack White (The White Stripes), que criou “Love is the Truth” exclusivamente para este comercial.

Contudo, a empresa mostrou uma versão editada de 30 segundos desta peça na Austrália durante um show de premiação da MTV, divulgada ao mundo todo, e exibiu o filme completo uma única vez na TV britânica em 30 de Abril de 2006, para nunca mais reexibí-lo. Depois disso, toda a campanha publicitária foi cancelada e substituída por outra sem nenhuma explicação, embora acredita-se que a campanha publicitária para a Copa do Mundo de Futebol de 2006 possa ter alterado os planos da empresa.

Passada uma década, em 2016, o próprio Jack White lançou em seu site algumas músicas inéditas, gravadas porém não lançadas, e entre elas estava justamente “Love is the Truth”, com o vídeo “What Goes Around Comes Around” e também na versão áudio acústico. Com a ação de White, a própria produtora “Mother” disponibilizou o vídeo em seu site e em alta definição. Hoje, o filme é facilmente encontrado na internet, inclusive no Youtube, mas não em alta definição. Tive um pouco de trabalho para consegui-lo, já que os sites oficiais não são muito camaradas com quem quer baixar seus arquivos.

Abaixo segue o filme em alta definição e, logo em seguida, o áudio com a versão acústica.

Vídeo

Áudio (Versão acústica):
LOVE IS THE TRUTH

A seguir, a letra de “Love is the Truth” e sua tradução aproximada (é muito difícil traduzir poesias literalmente, mas dá para se ter uma ideia da mensagem):

Love Is The Truth                                           Amor é a verdade

  One thing you’ll learn, you can bet               Uma coisa que você aprenderá, você pode apostar
Is that love is as good as it gets                      É que o amor é tão bom quanto pode ser
And you’ll get more if you give it                   E você obterá mais se der

You can say that love’s not really there         Você pode dizer que o amor não está realmente lá
And pretend that you don’t really care          E fingir que você realmente não se importa
But you’ll do better to live it                         Mas você fará o melhor para vivê-lo

It’s the right thing to do                                 É a coisa certa a se fazer
And you know it                                            E você sabe disso
It’s inside of you                                            Está dentro de você
So just show it                                               Então apenas mostre
Love is the truth                                          Amor é a verdade
Ba ba ba ba ba                                               Ba ba ba ba ba
And it’s inside of you                                     E está dentro de você
Ba ba ba ba ba                                               Ba ba ba ba ba
It’s the right thing to do                                 É a coisa certa a se fazer

In the arms of a mother and father               Nos braços de uma mãe e de um pai
In the eyes of a son or a daughter                 Nos olhos de um filho ou uma filha
It’s there if you want it                                 Está aí se você quiser
Oh oh oh oh                                                  Oh oh oh oh

In the water the sun passes through             Na água que o Sol atravessa
In the air that is all around you                    No ar que está ao seu redor
It’s everywhere                                            Está em toda parte
You just have to care                                   Você só tem que se importar

It’s the right thing to do                                É a coisa certa a se fazer
And you know it                                            E você sabe disso
And it’s inside of you                                     E está dentro de você
So just show it                                               Então apenas mostre isso
Love is the truth                                            Amor é a verdade
Ba ba ba ba ba                                               Ba ba ba ba ba
And it’s inside of you                                     E está dentro de você
Ba ba ba ba ba                                               Ba ba ba ba ba
It’s the right thing to do…                             É a coisa certa a se fazer…

GOOGLE DRIVE
VÍDEO: WHAT GOES AROUND COMES AROUND
ÁUDIO: LOVE IS THE TRUTH

TERABOX
VÍDEO: WHAT GOES AROUND COMES AROUND
ÁUDIO: LOVE IS THE TRUTH

ULOZ.TO
VÍDEO: WHAT GOES AROUND COMES AROUND
ÁUDIO: LOVE IS THE TRUTH

Apesar de não ser um comercial específico para o Natal, essa peça publicitária seria ligada a mais 2 filmes, sendo o último, natalino,  formando uma campanha única. Além disso,  a mensagem passada pelo filme casa perfeitamente com o Natal e está mais atual do que nunca, além de absolutamente necessária. A pandemia do covid 19 ofereceu à humanidade a chance de mostrar as suas mais virtuosas qualidades, porém, o que se viu massivamente foi o pior dos seus mais horrendos defeitos, principalmente por parte das nações em geral.

Mas ainda há esperança. Assim como na mensagem da propaganda, cabe a cada um de nós mostramos o que o ser humano tem de melhor. Que cada pequeno gesto altruísta inspire outros a repeti-lo, seja cedendo o seu assento em um transporte coletivo, ajudando um cadeirante a acessar os ambientes mais difíceis, disponibilizando um pouco do seu tempo para trabalho voluntário, adotando um cão de rua, uma carona, uma doação, uma solidariedade…

O Tela de Cinema existe baseado nestes mesmos princípios e é a prova de que generosidade gera ainda mais generosidade. A cada nova postagem publicada, oriunda da generosidade dos colaboradores, novos marujos são conquistados, mais colaboradores oferecem os seus arquivos e mais postagens são publicadas, realimentando o ciclo. É a gentileza gerando gentileza.

Aproveitemos, pois, marujos e visitantes, que o espírito natalino ameniza as diferenças e aquece os corações, para transportarmos ao mundo real todo este sentimento de coletividade que existe na comunidade Tela de Cinema. Todo gesto solidário e abnegado, por menor e mais simples que seja, sempre trará benefícios à alguém em particular e ao mundo como um todo, inevitavelmente voltando para você cedo ou tarde de alguma forma.

              So just show it                                            Então apenas mostre isso
  Love is the truth                                              Amor é a verdade
Ba ba ba ba ba                                              Ba ba ba ba ba
And it’s inside of you                                              E está dentro de você
Ba ba ba ba ba                                              Ba ba ba ba ba
It’s the right thing to do…                                              É a coisa certa a se fazer…

…E TENHAM UM FELIZ NATAL E QUE 2022 SEJA UM ANO MAIS HUMANO E SOLIDÁRIO PARA TODOS.

EQUIPE TELA DE CINEMA

Sparrow, EdFilmes, Marcos F., Wagner S., Don Costa, Any Sousa, Jimjim e F. Franco

 

24 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Ficou muito bonito, muito da hora, parabéns.

  2. Nosso grupo merece…o pessoal daqui é muito esforçado!

  3. Feliz Natal, amigos! É muito gratificante passar mais um ano na companhia de todos vocês. Muita saúde e paz para todos nós e que 2022 seja um ano muito melhor. Vida longa ao Tela! Boas festas, marujos!

  4. Ficou maravilhoso. Desejo a todos os marujos do Tela Um Feliz Natal e um próspero Ano Novo. Que futuramente venham novas postagens, parabéns pelo o trabalho!

  5. TENHAM UM FELIZ NATAL A TODOS E UM ANO NOVO PROPESRO E ALEGRE
    E QUE DEUS VENHA ESTA NA CASA DE CADA UM ABENÇOANDO O NATAL E O ANO NOVO

  6. Obrigada, queridos, igualmente. <3

  7. Um ótimo Natal à todos e um 2022 cheio de coisas boas e principalmente filmes marcantes.
    Valeu e muito por tudo que já baixei aqui graças à vocês!

  8. Eu gosto tanto quando a página entra nesse clima natalino. Mais um ano, e é sempre muito bom estar por aqui. Só tenho a agradecer, muito obrigado! Que todos tenham um Feliz Natal e Próspero Ano Novo!

  9. Tenham um feliz natal e que Deus abençoe a todos.

  10. Um grande natal a toda essa equipe maravilhosa que nos alegra há muitos natais e também a todos os tripulantes dessa nossa nave de sonhos.
    Um abraço apertado a todos.
    Tupak.

  11. “o que se viu massivamente foi o pior dos seus mais horrendos defeitos”… Hã? Por parte dos políticos, sim.

    Agora, o povo em geral mostrou, sim, “as suas mais virtuosas qualidades”. Quem vive fora da internet, viu.

    Que a humanidade continue nesse caminho promissor e não se deixe influenciar pela mídia sensacionalista ou pelos sádicos que têm o poder para tornar a vida de muitos miseráveis!

    1. Boa tarde, Lobo.

      Postagens como esta são as mais difíceis, pois, diferentemente das postagens de filmes e séries, estas partem literalmente do zero.

      Antes de tudo, preciso definir uma premissa. Em que basearei essa mensagem de fim de ano? No ano passado, aproveitei a comemoração de 60 anos de um personagem dos quadrinhos para resgatar um vídeo natalino com este personagem, ligando com os eventos da pandemia. Ano retrasado, aproveitei a nostalgia de um antigo vídeo de propaganda natalina que fez sucesso por anos para servir de base para a postagem.

      E neste ano? Lembrei-me de um antigo vídeo da Coca-Cola que mostrava o círculo virtuoso que a generosidade pode criar. Era perfeito para a mensagem de Natal. Mas, como ligá-lo a esta época do ano, já que não era um vídeo específico para ela? Pesquisei muito sobre ele e verifiquei que fazia parte de uma campanha maior que culminava no Natal e ainda tinha algumas curiosidades sobre ele que aproveitei na postagem. Ainda assim, faltava um vínculo mais forte para justificar a presença de uma empresa na mensagem. Eu sabia que uma das primeiras imagens atuais do Papai Noel foi criada justamente por esta empresa. Só não sabia que a primeira imagem foi realmente lançada por ela.

      Pronto. Agora eu tinha a premissa, os vínculos e duas histórias (do vídeo e da imagem do Papai Noel) que poderiam servir de base para o texto.

      Depois parti para a construção do texto. Deveria ter um roteiro (início, meio e fim bem definidos) e uma linha narrativa coerente com a premissa, a atualidade e a mensagem final que eu queria passar.

      Uma vez que esta base estava pronta, parti para a busca de elementos que serviriam para a visualização do que estava escrito, foto, vídeo e, neste caso, também áudio.

      Depois de tudo pronto, vamos para a editoração da página (fontes, formato, tabulação, planilha de cores, etc.).

      A postagem está pronta para publicação, mas antes passa por uma checagem completa de ortografia, gramática e, principalmente, veracidade das informações apresentadas. Com tudo certo, ela é publicada.

      É bem difícil e trabalhoso criar uma postagem do zero. Mas, ou eu faço isso direito, ou não faço. Isso inclui todas as informações que constam nelas.

      Eu sou rigoroso com todas as minhas postagens e responsável com os fatos que insiro nelas. As informações presentes em cada uma delas são checadas com várias fontes antes de serem utilizadas. Quando não consigo checar com mais de uma fonte ou existem várias versões de um mesmo fato, eu não utilizo a informação. Na postagem de “Anjos Assassinos” (http://tdc-teladecinema.com.br/anjos-assassinos-dual-tri-audio-1080p-1993/), em que fiquei responsável pelo texto, fiz muita pesquisa sobre o assunto e sobre o filme. Tudo que está ali são informações e fatos sobre os quais não pairam dúvidas, pois foram amplamente estudados e registrados por gerações de educadores e historiadores. Os pontos mais polêmicos ou que dependiam de pontos de vista (vencedores e derrotados enxergavam os fatos de maneiras diferentes) não entraram no texto. Já na postagem de “1492 – A Conquista do Paraíso” (http://tdc-teladecinema.com.br/1492-a-conquista-do-paraiso-1080ptri-audio-1992/) eu não inseri nenhuma biografia de Cristóvão Colombo, o que seria um item óbvio, pois são várias versões diferentes, e até antagônicas, sobre a vida do navegador. Sem ter uma fonte confiável, não publiquei nenhuma.

      Eu não sei o que você chama de mídia sensacionalista, mas eu busco as informações utilizadas nas postagens em fontes confiáveis, inclusive de jornalismo, nacional e internacional, de várias mídias (TVs, livros, revistas, internet, etc.). Note que inclui aí a internet. Sim, porque mais importante do que a mídia utilizada é onde procurar utilizando esta mídia. Nem tente perder tempo com sites ou portais ideológicos ou “wikipédias” e “facebooks” da vida. Há inúmeros locais de credibilidade onde você pode se manter bem informado. E sim, apesar de dedicar várias horas por dia ao Tela de Cinema, sete dias da semana, 365 dias por ano, também tenho uma vida fora da internet. Aliás, com meio século vivido, eu já tinha vida bem antes dela ser inventada.

      Em quase todas as minhas postagens eu também cito as fontes ao final da página, para que cada um verifique a veracidade dos fatos ou busque mais informações sobre eles. As exceções são justamente estas postagens natalinas ou as que homenageiam os artistas que morreram, pois são pesquisas muito amplas, feitas por um período muito longo, em fontes muito diversas e que muitas vezes servem apenas como ponto de partida para a busca de mais informações. Mas não se preocupe. Nenhuma destas fontes me parece sensacionalista e meu mundo é muito maior, e mais antigo, que o virtual representado pela internet.

      Com relação ao trecho do texto “o que se viu massivamente foi o pior dos seus mais horrendos defeitos”, note que mencionei “massivamente”, o que quer dizer “em grande quantidade” e não “totalidade”. E os fatos estão aí para comprovar. Afinal, que tipo de doente falsifica respiradores para vender a hospitais lotados sabendo que estes equipamentos defeituosos causariam a morte dos pacientes? Que nome daríamos a vigaristas que utilizam a tecnologia para desviar os parcos reais de auxílio emergencial que iriam para famílias famintas. O que pensar das nações mais ricas comprando antecipadamente muito mais doses de vacinas que as necessárias para a sua população (só o Canadá comprou cinco vezes mais vacinas que a quantidade de habitantes), deixando as nações mais pobres sem opção em curto prazo? Para mim, são sim “horrendos defeitos” demonstrados pela humanidade.

      Mas a mensagem deste ano prega justamente que cada um de nós, individualmente, faça a sua parte para tornar o mundo melhor, mesmo com todos os defeitos que a humanidade, de um modo geral, apresentou ao longo dos séculos, e em especial nesta pandemia.

      Boas Festas.

  12. Boas festas a todos do tela!

  13. Sou fã de vocês, nesse site achei vários filmes antigos, conheci esse ano mas gosto demais! Boas festas e feliz natal!

  14. Bom dia Don, te encaminhei um email com postagem, chegou até vc ?, se sim, me avisa lá no email. Abraço.

  15. Olá pessoal do TDC,
    ETERNA GRATIDÃO AO MULTIVERSO por existirem ainda HUMANOS como VCS ❣️❣️❣️

  16. Obrigado a todos do Tela de Cinema, por sempre nos proporcionar bons momentos com Filmes, Animações, Seriados e muito mais.
    Preservando a historia, a cultura, momentos que nos remetem ao passado, trazendo lembranças de tempos melhores.
    Desejo a todos um Feliz Natal e um 2022 repleto de Realizações.

  17. Feliz Natal para todos do Teladecinema, uma família de seres humanos maravilhosos, muita saúde, paz e alegria!!

  18. Ola a todos, muito bacana a postagem contendo este vídeo, sabia que Papai Noel era criação da Coca Cola, mas até então o tanto que é explorado (vide cor do casaco x cor slogan) enfim…, mas gostaria de deixar meu sinceros agradecimentos a todos envolvidos com o site Tela, mantido com esmero e capricho! Um Feliz Ano Novo!

    1. Boa tarde. Bonilha.

      Apenas lembrando que a figura do Papai Noel já era representada também na cor vermelha antes das publicidades da Coca-Cola. O que a empresa fez na questão das cores foi igualar a tonalidade do vermelho utilizado pelo personagem ao da marca.

      Muito obrigado pelas palavras simpáticas ao nosso site.

      Boas Festas.

  19. Obrigado por existir Capitães e marujos do Tela de Cinema, Feliz 2022 par toda essa família, valeuuuuuuuuuuu!

  20. Muito obrigada, querido Don Costa, por mais um ano de dedicação ao nosso Tela. Sempre gentil e atencioso, isso conta muito.
    Obrigada, Any, adoro suas postagens.
    Demais moderadores, abraços.
    Colaboradores, graças a vocês pude desfrutar da melhor nostalgia. Thanks!

    Que venha o novo ano e que ele seja ótimo pra todos nós! 🙂

  21. Desejo um feliz ano novo a todos, que 2022 seja mais próspero que os últimos! Apesar dos problemas no mundo, em especial do nosso país com essa crise terrível, o TELA nunca deixou de ser um refúgio para que todos juntos possam de alguma forma se divertir e compartilhar nem que seja externando algum sentimento. Quero deixar meu muito obrigado pelo site existir, e agradecer também pelo feedback que tive quando colaborei. De fato não há site igual ao TELA.

  22. Feliz 2022 para todos do Teladecinema!!

Deixe uma resposta